Macarrão: as origens

Muitas são as teorias que tentam explicar as origens do macarrão. Uma das mais aceitas é de que foi inventado na China – e alguns historiadores localizaram evidências arqueológicas antiquíssimas que podem servir de confirmação à teoria. Foi daí que veio a fama de que o explorador Marco Polo, em uma de suas inúmeras viagens, conheceu a deliciosa mistura de farinha e água e levou a receita para a Itália.

Porém existem outras evidências, tão históricas e antigas quanto essa, que atribuem o surgimento do macarrão à Itália. Uma das defensoras da paternidade europeia é a pesquisadora Oretta Zanini de Vita. Segundo ela, existem provas arqueológicas de que o macarrão já era conhecido na Itália por volta de 800 a.C, em seu livro Encyclopedia of Pasta. Já outros estudiosos dizem que a história do macarrão confunde-se com a do próprio homem, que há mais de 6 mil anos já tinha a capacidade de moer alguns cereais, misturar com água e obter o macarrão!

Mas o fato é que, assim como o tomate (que tem origens americanas e não italianas, como você pode ler aqui), o macarrão é a cara da Itália e desde o século XIII o país é um dos maiores consumidores e difusores dessa iguaria pelo mundo – eles inventaram mais de 500 tipos e cortes de massa. É de autoria dos italianos também a farinha de grano duro, a responsável pela famosa e maravilhosa pasta al dente.

0 comentários

Mais Posts

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.