Como é feito o azeite de oliva?

As oliveiras, a árvore das azeitonas, têm uma história tão antiga e rica quanto à das videiras que dão as uvas. Relatos e evidências arqueológicas comprovam que elas já eram cultivadas muito antes de Cristo – há registros que datam de mais de 6.000 anos – reforçando que azeite e vinho são delícias conhecidas desde que o mundo é mundo.

Na Bíblia há uma bela passagem que conta que, após o dilúvio, quando Noé enviou a segunda pomba para verificar o nível das águas, o pássaro voltou com uma folha de oliveira e assim ele soube que poderiam sair da Arca. Por isso também, a folha de oliveira passou a ser considerada símbolo da paz.

As oliveiras são árvores comuns na região do Mediterrâneo, pois elas gostam de clima seco e quente, além de muita luminosidade. É uma árvore que cresce lentamente e que começa a dar frutos entre 5 e 10 anos, mas atinge a plenitude só depois dos 20. Elas são centenárias – algumas são até milenares – e produzem frutos de qualidade a vida inteira, mas com irregularidade depois dos 35 anos.

Do fruto na árvore até a garrafa de vidro na sua mesa, o caminho é longo, mas deve ser feito rapidamente para manter a qualidade. Isso porque quanto menos demorar o processo entre a colheita e a extração do azeite, menor o risco de fermentação e oxidação das azeitonas, o que resulta em um produto com qualidade superior.

O passo a passo para a obtenção do azeite é:

1)as azeitonas são colhidas, manualmente ou através de máquinas – a segunda opção é mais frequente, mas assim como no caso das uvas, a colheita manual produz azeite de qualidade superior.

2)são cuidadosamente transportadas para evitar que a pele se rompa;

3)vão para um processo de lavagem, retirada de galinhos e folhas, etc;

4)em seguida, para a moagem, onde os frutos são triturados até formarem uma massa oleosa;

5)então é feita a extração do azeite, a grosso modo, o processo de separar a água do azeite; 6)o azeite segue para engarrafamento e distribuição.

7)o azeite chega a sua mesa;

A linha italiana Paganini de azeites extra virgem é uma exaltação ao melhor sabor das azeitonas italianas e realçam o frescor e o perfume dos pratos, além de conservarem as características das variadas culturas de oliveiras. Conheça os produtos aqui.

0 comentários

Mais Posts

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.